Translate

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

CLODOVIL, CORAÇÃO VERDE E AMARELO.

CLODOVIL E A NOVA POSTURA DA MODA BRASILEIRA

       ANALISANDO A FOTO DOS QUATRO GRANDES NOMES DA MODA BRASILEIRA.

No ano de 1967, Clodovil, Dener, Guilherme Guimarães e  José Nunes foram reunidos para apresentarem suas criações em desfiles na FENIT, Feira Nacional da Indústria têxtil. A foto dos quatro juntos foi feita para a divulgação do evento. Utilizando-me da foto, proponho um estudo do perfil de Clodovil em relação aos demais costureiros. Dentre todos eles, Clodovil é o que apresenta a postura mais condizente com o perfil de um costureiro brasileiro. Um costureiro das cores verde e amarelo. Em todos os aspectos, Clodovil propõem uma postura nova ao que estava estabelecido na moda de então. De todos os costureiros da foto, Clodovil é o que apresenta e representa a miscigenação de raças no Brasil. Clodovil carrega traços com maior predominância dos primeiros donos dessas terras: os índios. Pela cor mais escura de sua pele, Clodovil era alvo de zombarias por parte do então rival Dener Pamplona de Abreu. Dener não poupava em alfinetar Clodovil sempre que podia, chamando-o de "Nega Clô". Sorte do Dener que isso se passou nos anos 60 e 70, porque se fosse em tempos atuais, Clodovil poderia processá-lo por racismo. Ao aspecto da raça somasse o da forma de se vestir, a composição da vestimenta de Clodovil é algo bem mais próxima a realidade de um país, cuja a maior parte de seu território se situa entre as linhas do equador e a do trópico de Capricórnio. Clodovil é o que esta menos vestidos dentre os demais. Outro aspecto: sua postura. Clodovil se posiciona ao sentar de uma forma relaxada, solta, despojada. Uma forma menos rígida, menos formal, bem mais de acordo com o jeito de ser do povo brasileiro, bem mais de acordo com o nosso, ouso aqui usar um termo inglês para melhor nos definir, SWING. Até onde Clodovil se assenta, cujo design se propunha extremamente moderno, nos remete a elementos primitivos da cultura brasileira, nesse caso uma rede de dormir do índio. Em todos os aspectos, Clodovil tem uma postura mais jovem, mais moderna. A sua imagem nos introduz a uma visão de sua sexualidade mais aberta, mais explícita. Juntando todos esses elementos, Clodovil é o que faz-se melhor representar um perfil mais autenticamente brasileiro. E de todos os costureiros nacionais, Clodovil foi o que mais se referiu as cores nacionais, o verde e o amarelo. Sendo assim, e dando espaço para questionamentos, concluo que Clodovil poderia cantar com toda a propriedade e razão a seguinte canção:
EU TE AMO MEU BRASIL


DANIAN

2 comentários:

Fê Iasi disse...

Perfeito e sensível como sempre. Como é bom ter amigo assim... Adoro você! Bjo!

clodovilmemoriabrasil disse...

Digo eu: É muito bom ter uma amiga assim como você!

Danian.