Translate

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

XÊNIA E CLODOVIL



Xênia e Clodovil, juntos na época do TV-Mulher. Xênia falava de tudo, principalmente das verdades humanas. Poucas pessoas foram tão profundamente humana quanto ela, tão verdadeiramente humana quanto ela. Clodovil foi tão autêntico quanto ela, não tinha medo de se expor tanto quanto ela. Autênticidade é o que falta as pessoas atualmente. Para ter autenticidade é preciso ser, mas num mundo em que as pessoas buscam o ter deixando de lado o ser, não há como ser autêntico. Xênia e Clodovil foram autêntico por não terem medo ser o que eram.


XÊNIA E DEUS





Num mundo em que ter prevalece sobre o ser, O DEUS, perde sentido.



XÊNIA E GHANDI





Clodovil a exemplo de Ghandi, pediu para seus telespectadores do programa TV-Mulher que deixassem de comprar griffes estrangeiras. Chegou a ponto de deixar de contar suas piadinhas, piadas essa que o povo adorava e Clodovil contava como ninguém, para pressionar o público a deixar de comprar marcas estrangeiras. Agindo assim, Clodovil se prejudicava, por privar seu público das suas piadas. Boa parte de seu público não tinha o poder econômico para comprar griffes e assim os justos pagavam pelos pecadores mais uma vez. Clodovil prejudicava a si mesmo prejudicando o seu ibope em função de uma postura que ele achava justa. Mas sacrifícios devem ser feitos.


Danian.

Um comentário:

Fernanda Iasi disse...

Excelente post!Parabéns lalique! Você consegue se superar sempre. Bjo!